sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

OS MELHORES ESPORTISTAS DO SÉCULO 20 LETRA P

PATRÍCIA AMORIM:  Nadadora, Brasil  (1969)-  A natação brasileira feminina ficou fora durante 16 anos ausente das Olimpíadas. Quem marcou a sua volta foi a carioca Patricia Amorim nos jogos de Seul. em 1988. Apesar de não ter conseguido chegar às finais, estabeleceu os recordes sul-americanos nos 200 e 400 metros livres. Quando parou de nadar, em 93, as marcas continuavam sendo dela.   De 83 a 89, ela quebrou nada menos que 29 recordes sul-americanos. Foi 28 vezes campeã brasileira nos 200, 400, 800 e 1.200 metros livres. A carreira, que seria comparada à da grande Maria Lenk, começou aos 3 anos de idade. PATRÍCIA FILLER AMORIM sempre treinou no Brasil, mas precisamente no Flamengo, onde anos mais tarde viria a se tornar coordenadora do departamento de natação. Em 1991, a nadadora se despedia das provas. Voltou em 93 dizendo que era  "só por brincadeira". E foi brincando que conseguiu ser a melhor brasileira na final da Copa Brasil, só ficando atrás de uma nadadora russa.

PATRICIA AMORIM - PRESIDENTE DO FLAMENGO

PATRÍCIA MEDRADO:  Tenista, Brasil  (1956 )- Uma das melhores jogadas de Patricia Medrado aconteceu em 1980, quando com uma passada só, ela iniciou uma mudança na estrutura dos campeonatos de tênis feminino no Brasil. Ao lado de Cláudia Monteiro, Pat liderou um boicote ao Campeonato Brasileiro
que recebeu a adesão de quase todas as jogadoras de ponta da época. Queriam, basicamente, aumentar o valor dos prêmios e mais campeonatos para dar chances a novas garotas. A idéia deu certo. Poucos dias depois do Brasileiro, a empresa Sul-América apoiou a causa das rebeldes e promoveu o seu primeiro torneio feminino. Daí para frente, as tenistas começaram a ter melhores condições no Brasil. O sucesso do boicote deveu-se certamente à importância que Patrícia Medrado já tinha na cena nacional. Nascida na Bahia, participou de seu primeiro campeonato importante com 14 anos, no Rio de Janeiro. Saiu-se bem e de lá foi jogar no Orange Ball,em Miami. Mesmo sem treinador (luxo que só viria a ter aos 25 anos), destacou-se entre as tenistas brasileiras. Em seu cartel, há sete conquistas do Campeonato Brasileiro, cinco da Copa Santista, duas quarta-de-final em Wimbledon (82 e 83) em dupla com Cláudia Monteiro e outras vitórias importantes em torneios europeus, americanos e japoneses.Patrícia foi uma das poucas a ter a oportunidade de enfrentar as melhores tenistas do mundo. Já jogou contra  a russa Martina Navratilova, Chris Evert, Billie Jean King e com uma alemâzinha que, na época tinha apenas 14 anos, Steffi Graf. Em 82 chegou à sua melhor posição no ranking mundial, 48ª. (era a melhor posição de uma nadadora brasileira depois de Maria Esther Bueno). Quando completou 20 anos de tênis, em 89, decidiu parar. Já formada em educação física e ainda em fisioterapia, Patrícia começou a atuar como treinadora e ajudou a formar muitas das novas caras do tênis feminino dos anos 90.

PATRÍCIA MEDRADO

PAULA:  Jogadora de basquete, Brasil  (1962)-  Poderia ser uma idéia pretenciosa a de jogar com uma fita na testa onde se lia: "Magic Paula". Mas a qualidade do basquete apresentado por essa fenomenal jogadora MARIA PAULA GONÇALVES DA SILVA  em mais de 20 anos de carreira justificava perfeitamente todas as comparações com Magic Jonhson ou com qualquer outro gênio do basquete mundial. Paula estreou na Seleçao Brasileira aos 14 anos, coisa que nenhuma outra menina conseguiu fazer. Nascida em Osvaldo Cruz, interior de São Paulo, percebeu ainda na escola que já tinha uma estranha intimidade com o basquete. O primeiro título veio aos nove anos. Passou por diversos times do interior, onde começou a construir uma rivalidade extremamente saudável com Hortência. Paula tem 1,74m de altura e joga como lateral-armadora. É reconhecida mundialmente como uma das melhores jogadoras que o basquete já viu. Arma, m arca, faz assistências e arremessa de três pontos como poucas pessoas. Durante  o  primeiro Campeonato das Américas Feminino, em 88, foi eleita a melhor em quadra graças, principalmente, aos chutes de três e às assistências.Na lista de vitórias pelos clubes,constam  sete campeonatos paulistas em (81, 83, 84, 86, 92, 93 e 94)   mais quatro brasileiros (85, 86, 90 e 93), três sul-americanos (86, 87 e 9l) e um mundial em 94.  Pela seleção, é penta-campeã sul-americana, campeã do Pan-Americano de 91 e do Mundial de 1994. Na Olimpíada de Atlanta, com 34 anos, despediu-se da seleção conquistando uma medalha de prata inédita para ela e para o Brasil.

MAGIC PAULA

                                      video
                         BRASIL CAMPEÃO MUNDIAL DE BASQUETEBOL FEMININO

PAULO CAROTINI:  Jogador de pólo, Brasil  (1945)- Paulo Carotini transformou-se em atleta de pólo aquático por influência do seu irmão Ivo. Aos 17 anos mais jovem atleta da Seleção Brasileira, participou de seu primeiro Campeonato Sul-Americano. Paulo e Ivo formaram um diupla respeitada tanto no Brasil quanto no exterior pela técnica e entrosamento que apresentavam nas piscinas.Paulo Carotini foi 21 vezes campeão brasileiro, duas vezes campeão sul-americano em 1962 e 1966.  Foi ainda  MEDALHA DE OURO no Pan-Americano de 63 e PRATA no Pan de 1967. A maior parte do tempo em que jogou esteve ao lado de seu irmão.Aos 28 anos -no ápice da carreira - deixou de atuar como atleta e virou técnico da Seleção Brasileira.
PAULO CAROTINI

PELÉ:  Jogador de futebol, Brasil  (1940)- É praticamente impossível definir com exatidão a importância de PELÉ no cenário do esporte mundial. Pode-se dizer, sem exagerar, que se trata do melhor esportista de todos os tempos e certamente uma das personalidades mais conhecidas mundialmente. A data de início dessa glória pode ser 15 de junho de 1958. Nesse dia PELÉ, com apenas 17 anos, estreava na Copá do Mundo na Suécia. O Brasil já estava na terceira partida e os jogadores, insatisfeitos com o rendimento do time até então, disseram ao técnico Feola que PELÉ tinha que entrar. Estavam certos. PELÉ arrasou a defesa russa e saiu de campo como a maior revelaçao de todos os tempos. Com gols decisivos  - seis no total e artilheiro brasileiro na competição -, o menino EDSON ARANTES DO NASCIMENTO terminou a compertição como o REI PELÉ. O Brasil havia sido campeão do mundo pela primeira vez. Chorando no gramado após a final, PELÉ agradecia o êxito iniciado no Baquinho, time da cidade de Baurú, interior de São Paulo.  De lá foi para o Santos onde foi responsável pelos anos de glória do clube.   Foi 11 vezes campeão paulista em 14 anos. Bicampeão Mundial Interclubes em 1962 e 1963 e Pentacampeão do torneio mais importante da época, a Taça Brasil. Individualmente, as marcas são expressivas. PELÉ é o maior artilheiro do mundo de todos os tempos: 1.279 gols como profissional. Só no canpeonato paulista foi artilheiro por nove anos consecutivos. É o único jogador a ser TRICAMPEÃO MUNDIAL Em 58 na Suécia - 62 no Chile e 1970 no México.Em 1970 mais maduro, com jogadas impressionantes, estava ainda no auge. Um ano depois, deixou a seleção com uma grande festa para cerca de 120 mil torcedores no Maracanã. De 75 a 77, incrementou o futebol nos EUA jogando no Cosmos de Nova Iorque, onde também foi artilheiro e campeão!.. Abandonou o futebol com 37 anos, mas ainda em forma. Virou um homem de negócios e personalidade internacional. Recebido com respeito por reis, presidentes e artistas importantes em qualquer parte do mundo. PELÉ soube administrar seus negócios com a mesma sabedoria que tinha em campo. Ele desfilou em Paris, em carro aberto, onde recebeu o título de  "ATLETA DO SÉCULO".
PELÉ - O ATLETA DO SÉCULO
PELÉ - GOL DE BICICLETA

                                           video
         VIDEO DO GOL MAIS BONITO DE PELÉ

CRISTO REDENTOR
SINOS DA PAZ E DA ESPERANÇA

NOTA DO EDITOR:  Chegamos em  31.12.2010 - final de ano!-,coincidentemente coube ao rei PELÉ "o atleta do século" fechar esta relação dos "Melhores Esportistas do Século 20". Já foram lembrados dos nomes dos atletas que começam com a letra A até então e hoje, os que começam com a letra P. Coube ao notável jogador Ademir da Guia, abrir a matéria e a Pelé fechá-la. Estarei publicando, dentro em breve, os nomes dos atletas que começam com a letra R e por fim, os de letra Z, concluindo todo trabalho. Para os amigos e familiares, desportistas, dirigentes de clubes, árbitros e bandeirinhas, diretores da Asbac, demais clubes de Salvador e para todos que contribuem para que outros tenham uma vida melhor, este  blog da  família baiana - "Blog do Painho" , deseja-lhes um feliz ano novo!. Que em 2011 vocês consigam realizar  tudo aquilo que ficou faltando neste ano que se finda. Alberto de A.Sampaio - "Painho"

3 comentários:

  1. Que beleza, ver o Rei do Futebol ser homenageado nesta galaria de famosos e neste Blog tão comunicativo e humorístico que já é assunto de leitura entre amigos e familiares.
    Roberto Cerqueira - Jequié-Ba.

    ResponderExcluir
  2. Painho.Obrigado por relacionar nossa cidade de Itagibá, terra que guardo boas recordações e que me serviu de Berço. Seu blog está muito bom, principalmente a históris dos famosos que fizeram o século vinte. Helio Aguiar´- Itagibá-Ba.

    ResponderExcluir
  3. Esta nensagem de natal é espetacular! Impressionante o seu movimento, e o sino com seu brilho reluzente, E os atletas que fizeram o século 20, Que justa homenagem, Parabens.
    Edvaldo Sallea - Vit.da Conquista-Ba.

    ResponderExcluir